7 perguntas para a escritora Nalu Saad: sobre um livro infantil para lidar com o câncer

É uma história feliz porque os personagens transformam o hospital numa extensão de seus quartos. Isso acontece na realidade. As crianças brincam e fazem amigos pelos corredores, as famílias dividem experiências e levam essa amizade além do hospital. Mais do que espantar o medo, a história tem como proposta mostrar que pode ter medo, mas tem que falar a respeito. Falando fica mais fácil e mais leve.

Uma nova pesquisa aponta que o tempo de exposição à telas pode comprometer a inteligência do seu filho

A conclusão do mais recente estudo sobre tempo de exposição de uma criança a telas considera que quanto mais exposta a estas tecnologias, pior o desempenho em testes de desenvolvimento. Sim, o quoeficiente de inteligência (Q.I) pode estar em jogo quando a gente acha um alívio ver que a criança está quietinha vendo tv, mexendo ou assistindo o celular ou computador.