Como ser um bom pai? 12 dicas para pensar

Como ser um bom pai? 12 dicas para pensar

2d6d09b785278ce6b1b3060824ea4fea_cover_300_250.jpg

Nós não gostamos de ficar dando receita do bolo de como ser mãe (nem pai) no blog. Acreditamos que isso não funciona e assim escrevemos apenas sobre as nossas experiências e as nossas histórias. Mas esta lista do blog Zen Habits é tão interessante que aproveitamos a data e resolvemos compartilhar. De coração: Feliz dia dos pais!

A lista do pai de sucesso:

  1. Coloque os interesses dos seus filhos na frente dos seus. Você gosta de fumar ou beber? Péssimo exemplo. Afinal, qualquer coisa que você faz vira modelo para as crianças. Como você vai cuidar deles, se não cuidar de você mesmo?
  2. Proteja seus filhos. Esta é uma das principais tarefas de um pai, realizada de diferentes maneiras. Certifique-se de que sua casa é segura, ensine seus filhos hábitos que promovam a segurança deles. Use o cinto, use a cadeirinha no carro, atravesse a rua de mãos dadas com eles. Além disso, segurança financeira também é importante: seguro de vida, fundo para emergências e até testamento.
  3. Passe tempo com seus filhos. Quando você chega do trabalho geralmente está cansado e quer relaxar.  Mas essa hora, contudo, é provavelmente a única que você tem com eles durante a semana, não dá para desperdiçar. Deite no sofá com eles, converse sobre como foi a escola, por exemplo. Nos finais de semana,  se dedique. Devote o máximo de tempo que você puder com eles. Você pode até ser apaixonado pelo seu trabalho, mas as crianças crescem num instante. Depois de grandes, eles não querem mais passar tanto tempo com você. Mas enquanto eles são pequenos, o que eles mais querem de você é o seu tempo.
  4. Dê carinho. Os pais não podem ter medo de demonstrar afeto. Criança precisa de aconchego e não só o materno. Abrace, beije, faça cafuné. Diga: eu te amo.
  5. Brinque com eles. Vá para rua, jogue bola, organize uma caça ao tesouro. Façam guerra de travesseiros,  vistam-se de super heróis. Nada de televisão ou de ficar viciado em joguinhos eletrônicos. Ensine seu filho a se divertir e a interagir.  
  6. Faça também aqueles trabalhos típicos das mães. Tarefas como trocar fralda, dar banho, botar para dormir, levantar no meio da noite (acredite): hoje em dia também são dos homens. Pais devem ajudar em tudo que for possível, dividindo o trabalho de igual para igual com as mães. Se você é pai de um bebê, os cuidados com ele são momentos perfeitos para vocês se conectarem. Aproveite para colocar a mão na massa porque essa é a sua chance de iniciar uma relação de intimidade que vai durar a vida toda.
  7. Leia para as crianças . Isto é uma das coisas mais importantes que você pode fazer pelos seus filhos. Existem livros infantis extraordinários e é maravilhoso poder compartilhar o mundo de fantasia com eles. Lendo para os seus filhos, você está plantando neles o gosto pela leitura, um benefício extraordinário para a vida adulta. Além do mais, quando você lê para as crianças, você se faz presente. Vocês podem sentar ou deitar próximos, ficar juntinhos, curtir a companhia um do outro.
  8.  Apoie a mãe deles. Não discorde, nem brigue com ela na frente das crianças. A maneira como você trata a mãe dos seus filhos afeta não apenas o amor próprio deles, mas atinge a forma como eles irão tratar outras mulheres quando crescerem. Seja respeitoso e amável. Funcione como parte de um time, sem contradizer um ao outro.
  9.  Ensine-os a ter auto estima. Essa, talvez, devesse ser a dica número 1. Não existe nada mais importante. E como fazemos isso? Bom, existem mil maneiras, mas no geral é mostrando (não falando) que você dá valor aos seus filhos. Converse, escute, reconheça as vitórias, ensine-os a conseguir as coisas. Elogie-os e encorage-os. Não os reprima, nem os desabone.
  10. Oriente-os sobre finanças. Este é um ponto geralmente ignorado em artigos sobre paternidade. Claro que você não vai ensinar seu filho de um ano como aplicar na bolsa e ter um portifólio diversificado. Mas desde cedo você pode ensinar as crianças o valor do dinheiro. Hoje você pode mostrar a importância de economizar para alcançar determinado objetivo e no futuro orientar como gerenciar o salário de maneira adequada. Você não quer que os seus filhos saiam para o mundo sabendo tão pouco quanto você sabia sobre dinheiro, não é verdade?
  11. Seja legal com você mesmo. Você não tem que desistir da sua vida e dos seus interesses só porque você se tornou pai. É importante cuidar de você também, passar um tempo sozinho, encontrar os amigos, assim você se recarrega e consegue ser um bom pai quando está com eles. Cuide da saúde, tenha uma alimentação balanceada, faça exercícios. Se você ficar doente, não poderá cuidar dos seus filhos. Além disso, um dia você provavelmente terá netos e vai querer ter saúde para curti-los, certo?
  12. Seja bom para a mãe dos seus filhos. Parece que estou repetindo o ponto 8, mas seja bom para a mãe dos seus filhos até quando eles não estiverem olhando. Leve-a para jantar, faça uma massagem, tome conta das crianças para ela poder descansar ou sair, mostre seu amor, faça surpresas. Mãe feliz gera crianças felizes. E se está todo mundo bem, o pai também fica feliz!

 

Esse texto é uma tradução livre de um trecho do post "How to be a Great Dad – 12 Awesome Tips" do blog zen habits. O texto original em inglês é de Leo Babauta.  Aqui o link para o texto e para o blog, que vale uma conferida. Ah... e aqui o link para versão materna da lista "Como ser uma boa mãe? 12 dicas não tão óbvias"   que já postamos aqui há um tempo atrás.

 

Quando você pisca e um filho some de vista

Quando você pisca e um filho some de vista

Enfrentando feras pelos filhos

Enfrentando feras pelos filhos