Manicure para 22 mães

Manicure para 22 mães

"Fazer a unha" nos Estados Unidos, definitivamente, não é um programa semanal para as americanas. Não faz parte da cultura, com os afazeres domésticos fica difícil manter o esmalte e ainda é caro (42 dólares pé e mão + pelo menos 4 dólares de gorjeta, aqui por Washington-DC). O " evento" de ir ao salão acaba sendo praticamente anual e muitas americanas preferem fazer só o pé. Uma amiga me contou que a última vez que foi a uma manicure, foi antes da filha mais velha nascer e hoje a filha tem 4 anos!

Por conta disso, a noite da última segunda-feira se transformou numa festa para meu grupo de amigas da ginástica. 22 mulheres fazendo unha ao mesmo tempo num salão de beleza (enorme) fechado só para nós depois das oito da noite. O horário foi calculado em função de dar tempo para que os pais ficassem em casa tomando conta dos filhos. 

E nós, mães, nos dando o direito de brincarmos de mocinhas vaidosas: escolhendo esmaltes (uma mega variedade de cores de O.P.I.), trocando gargalhadas, aproveitando a cadeira de massagem. E ainda bebendo vinho e experimentando petiscos que cada uma trouxe.

As manicures (todas vietnamitas por estas bandas) adoraram a nossa animação. Lily, que fez minhas unhas, tem 20 anos, mora aqui desde os 14 e estuda para ser dentista. Ela sonha em se mudar para um país ainda mais pobre do que o Vietnã para cuidar dos dentes de pessoas carentes. Uma fofa!

Quase onze da noite, unhas feitas, conversa rolando e nós só fomos embora porque o dono do salão começou a passar um aspirador de pó ensurdecedor no chão.

O único inconveniente da noite foi usar Havaianas (por causa do esmalte) debaixo de um frio de -5 graus Celsius. Cheguei em casa na ponta dos pés (quase congelados) e as crianças dormiam tranquilas depois das histórias que papai contou. Como foi bom escapar um pouco e ver que as coisas funcionam sem mim.

image (2).jpeg
image.jpeg

Fabiana Santos é mãe de Felipe, de 9 anos, e Alice, de 2 anos. Eles moram em Washington-DC há 2 anos e meio. Pra ela, nenhuma vietnamita é capaz de substituir a Lana, sua manicure no Brasil por 25 anos (!). Mais do que manicure, uma grande amiga de quem ela tem saudades.

Seu filho poderá ser feliz

Seu filho poderá ser feliz

Convivendo com um amiguinho sem mãe

Convivendo com um amiguinho sem mãe