Ser uma mulher de 40 é sexy demais!

Ser uma mulher de 40 é sexy demais!

Uma grande amiga acabou de se separar. 42 anos. 14 anos de casamento. 1 filho de 7 anos. E apesar da insegurança, ela vai ter que mais cedo ou mais tarde entrar no mercado. Afinal quem quer desistir do amor aos 42 anos de idade? Minha amiga, contudo, está cheia de caraminholas na cabeça.  Ela não se acha mais tão atraente. Há sinais do tempo no seu rosto, marcas da maternidade no seu corpo. Não sabe nem mais o que é dar em cima de alguém.

Pois, eis que na mesma semana que saímos para tomar uma cerveja para fazer aquela terapia entre amigas me deparei com este texto em que o autor, Alex Obed, também nos 40, explica porque ele prefere parceiras na mesma faixa etária. Sim, porque o “normal” é querer uma mulher mais nova, né?

É claro que eu não sou a pessoa mais indicada para avaliar as razões do autor do texto, mas coloquei o assunto na roda com um amigo solteiro (que jurou que se eu o citasse neste texto ia me matar) e meu amigo não só concordou com autor com adicionou algumas qualidades das mulheres acima de 40.

Aqui vão elas:

Elas são fortes e auto-confiantes: nesta idade, as mulheres já passaram por várias experiências na vida. Já passaram pelo casamento, maternidade e provavelmente divórcio. E elas sabem que o casamento não é a chave para todas suas fantasias e sonhos, elas sabem que a felicidade depende delas, e não do parceiro. Elas não procuram mais um homem que preencha as lacunas das suas vidas. Acabar um casamento, mesmo que seja uma relação infeliz, exige muita coragem. E é com essa coragem que elas vão atrás do que querem.

Elas querem relações na qual as duas partes ganham: elas já perderem e ganharam várias batalhas na vida, e em muitas casos já se deram demais em relacionamentos prévios, por isso agora estão em busca do delicado equilíbrio entre dar e receber. Não querem pedir demais, nem dar demais. 

Elas são diretas: enquanto mulheres mais novas tendem a se calar diante do que não as agrada e/ou mandar sinais telepáticos para os parceiros, as mulheres de 40 tem uma abordagem mais direta. Elas falam o que não gostam, estabelecem seus limites, colocam os “pingos nos is”  e depois fica tudo bem. Nada de mimi - aqui sinceridade e elegância andam juntas.

Elas são livres: Mulheres que depois de muito tempo, esforço e coragem se liberaram de relações infelizes, não querem entrar na gaiola de novo por qualquer um. Elas restabeleceram controle sob as suas vidas e não estão com vontade de dividir o leme com ninguém. E uma vez que os homens, por natureza, se sentem super sobrecarregados em ter que levar um mulher à tira colo, essa parece ser uma ótima vantagem.

Elas tem vida própria:  carreira, filhos, responsabilidades e compromissos são a realidade das mulheres na faixa dos 40.  Elas não podem mais ficar orbitando em volta de um homem. Elas precisam de espaço e dão espaço para seus parceiros também.

E por fim… elas são super sexy! Sim, se uma mulher de 40 se cuidou física e espiritualmente durante as décadas passadas, existe uma grande chance que ela ainda seja muito atrativa. (para quem não se cuidou, nunca é tarde para começar!)  E essa mulher de 40 anos é além de bonita, livre, forte, independente e direta.  E tem mais, ela não se importa mais com as regras da sociedade para amor e sexo. Ela faz o que acha que tem que fazer e com quem bem entende. Ou seja, elas são verdadeiros furacões! 

Bom, depois disso tudo queria dizer para minha amiga que acabou de divorciar e para todas as outras mães que estão reconstruindo suas vidas amorosas que vocês podem até não contar mais com aquele beleza juvenil de 10, 20 anos atrás. Mas ser sexy está muito além do corpinho perfeito. Ou você nunca conheceu alguém que não preenchia exatamente todos os padrões de beleza mas mesmo assim era irresistível? 

Pois confiem nos seus tacos, e na sabedoria e força que só a experiência traz e vão à luta!

 

Camila Furtado mora na Alemanha, tem 40 anos, e é casada há 10 anos.  Ela acredita que até para quem é casada uma boa dose de confiança no próprio taco pode fazer milagres. Para ler o texto citado acima, de autoria de Alex Obed, clique aqui.

10 coisas que você aprende sendo criada por uma mãe forte

10 coisas que você aprende sendo criada por uma mãe forte

Mães: vamos parar com os julgamentos!

Mães: vamos parar com os julgamentos!