Escola instala o "banco de amigos": para crianças tímidas fazerem amizade mais facilmente

Escola instala o "banco de amigos": para crianças tímidas fazerem amizade mais facilmente

Uma das coisas que deixa o coração de qualquer pai ou mãe aos pedaços é ver um filho se sentir sozinho ou deixado de lado entre crianças da mesma idade. É o que invariavelmente pode acontecer com crianças mais tímidas - aquela sensação de não conseguir se encaixar ou ser aceito. Para solucionar este problema uma escola no Canadá, a Willowgrove, em Saskatoon, instituiu o "Buddy Bench” (o “Banco de Amigos”) e os resultados foram animadores!  O banco de madeira bem perto do parquinho é destinado a qualquer criança que queria se sentar nele durante o recreio quando precisar de um amigo para brincar.

Matthew Henkelman, de 7 anos, explicou como funciona o banco para um canal de TV: "Se você não consegue encontrar amigos e você não sabe para onde ir, você se senta no banco de amigos e aí alguém vem encontrar você”. Uma vez que uma criança senta no banco, é como o envio de um sinal silencioso de que ela precisa ser incluída. Quando perguntado se ele já tinha usado o banco, Matthew disse que sim e que levou apenas "um minuto" para alguém chegar e convidá-lo para jogar. Não é fofo demais isso?

O fato de muitas crianças serem deixadas de fora nem sempre é algo intencional. Muito parecido com os adultos, as crianças se distraem e, possivelmente, nem percebem se alguém precisa de um amigo. A criança quieta ou introvertida pode acabar ficando num canto se ela não for corajosa o suficiente para falar e dizer que ela também quer participar da brincadeira. Assim: o banco dá o sinal! Faz outras crianças terem consciência de que tem alguém sozinho, sem que ninguém tenha que verbalizar essa necessidade. Algo incrível para crianças tímidas que só querem alguém para brincar.

Em época de campanhas anti-bullying, o banco é uma solução simples para as escolas. E para os pais: um super conforto de saber que de alguma maneira seu filho vai se sentir mais feliz na hora, muitas vezes crucial, do recreio.

Este texto é uma tradução livre do texto em inglês publicado no site americano Scary Mommy.

7 maneiras de prestar primeiros socorros emocionais

7 maneiras de prestar primeiros socorros emocionais

Só faltava essa: um estudo diz que é errado colocar criança de castigo

Só faltava essa: um estudo diz que é errado colocar criança de castigo