Ensine o seu filho a saber perder

Ensine o seu filho a saber perder

Vamos ser sinceros: ninguém gosta de perder. Mesmo nós, adultos, quando a gente perde sente o gosto amargo da derrota. E pode acontecer da gente levar muito tempo para conseguir superar esse sentimento.

Mas agora vamos nos colocar no lugar dos nossos filhos. Quando eles perdem, eles só conseguem sentir frustração por não terem conseguido o que queriam. É um duro golpe para a a auto-estima e um desafio enfrentar o sentimento de ser derrotado.

Isso não significa que a gente deve tolerar os acessos de raiva dos filhos, a choradeira ou até mesmo a agressividade, quando eles perdem.  Mas você deve ensinar como perder porque ser competitivo significa justamente aceitar a vitória e a derrota.

A lição não é simples, mas é o preço para que as crianças desfrutem de uma atividade compartilhada e compreendam que a vida tem muitas alternativas e que nem sempre acontece o que a gente espera.

Para ensinar seu filho a ser um bom perdedor é necessário definir limites. Como por exemplo: não entregar tudo, cedendo a chantagens quando eles ficam com raiva ou choram; e fazê-los se acostumar a ouvir a palavra “não” de vez em quando.

Como em muitos casos, o exemplo é algo básico nessa história. Quando você brinca com o seu filho e perde, demonstre que apesar de você ter perdido, você está feliz pelo tempo de diversão que tiveram juntos. E quando você ganhar, não fique se gabando de ter se saído melhor.

Ao começar um jogo com seu filho, considere dar uma pequena vantagem, afinal você tem mais capacidades do que ele. E não se esqueça de sempre motivá-lo com comentários como “nossa, como você está indo bem" ou " você é bom nesse jogo."

Também é importante que você explique que perder não é uma coisa ruim, mas é uma oportunidade para se tornar melhor. Conte uma historinha sua. De quanto, por exemplo, você ralou o joelho até aprender a andar de bicicleta sem rodinha. Ou de quando você começou a chutar bola e ela nem ia tão longe e foi preciso muito tempo de prática para isso melhorar. Fale com seu filho sobre as consequências de não saber perder, porque se todas as vezes houver um chilique as outras crianças não vão querer jogar com ele.

E não se esqueça de que é preciso respeitar as regras do jogo. Nada de dar “um jeitinho” para que a derrota fique mascarada. Perdeu, faz parte. Transmitir a ideia de que a derrota é algo que pode ser superado é fundamental porque no jogo e na vida, às vezes você ganha, às vezes você perde. Mas você sempre é capaz de aprender.

Este texto é uma livre adaptação do texto em espanhol: "Enséñale a saber perder".

Bebês bilingues desenvolvem melhor o cérebro

Bebês bilingues desenvolvem melhor o cérebro

Nós agora temos podcast!!!

Nós agora temos podcast!!!