Estamos criando filhos mimados

Estamos criando filhos mimados

"Você nunca compra nada pra mim" - é o que a gente ouve naquele momento "x" de chantagem emocional de um filho (e eles sabem fazer isto muito bem!), quando a gente resolver ser categórica e dizer "não" para algo que eles insistem em comprar no supermercado ou numa loja de brinquedos. 

As crianças se acostumaram ao consumismo e a culpa pesa sobre grande parte dos pais e mães. Normalmente, nos esquecemos de educá-las para serem gratas com o que elas já têm. Elas vivem numa bolha de vidro e raramente têm noção do quanto são privilegiadas.

A reclamação já se tornou comum na vidinha das crianças: vivem descontentes com o que têm. Elas recebem algo mas logo depois se esquecem e já estão prontas para pedir outra coisa. A impressão é que nada as satisfazem. E elas ainda acham certíssimo nos repreender quando não atendemos suas vontades.

Por esta razão e para o bem dos nossos filhos, nós precisamos agir e mostrar para eles outras realidades que possam tirá-los da posição de “realeza” e assim verem o mundo a partir de outras pessoas não tão afortunadas como eles.

Algumas das atividades que podemos fazer com os nossos filhos para serem mais gratos são:

1- Visitar uma organização que trabalhe com tarefas para pessoas de baixa renda. Eles vêem que nem todos têm as mesmas chances e oportunidades que eles.

2 - Não dar tudo o que eles querem e permitir que haja um esforço (uma tarefa especial, por exemplo) para conseguir o que eles desejam.

3- Atribuir responsabilidade, entendendo que cada um da família tem uma tarefa a ser executada. Pode ser ajudando a tirar a mesa, recolher o lixo, arrumar a cama. 

4- Separar com eles brinquedos para serem doados para crianças carentes.

5- Sempre explicar sobre o esforço que fazemos como pais para oferecer tudo de melhor que está ao nosso alcance para eles serem crianças felizes.

6- Ensiná-los a dizer "por favor" e “obrigado”: sempre.

7 -No final do dia, numa reunião em família, cada um poder expressar gratidão por algo que aconteceu naquele dia. E assim, dia após dia, é possível cativar neles a valorização das coisas que eles têm.

As crianças são esponjas. Quanto menor, mais fácil de ensinar esse tipo de coisa. O importante é sermos coerentes, porque ser grato pelo que você tem é algo que se aprende a partir de casa, é uma responsabilidade que depende única e exclusivamente dos pais.

Este texto é uma tradução livre do texto em espanhol: "Estamos criando niños caprichosos".

 

 

 

 

Sucesso não é coisa de quem "nasceu inteligente",  e sim de quem se esforça

Sucesso não é coisa de quem "nasceu inteligente", e sim de quem se esforça

Urgente: brinquedos que falam apavoram mães na madrugada!

Urgente: brinquedos que falam apavoram mães na madrugada!