O que as crianças querem de você

O que as crianças querem de você

Não me mime

Eu sei muito bem que não posso ter tudo o que eu peço - mas eu quero provar meus limites.

Não me trate como se eu fosse menor do que eu realmente sou

Se você fizer isso, você me impede de virar um adulto auto-confiante.

Se for possível, evite chamar minha atenção na frente de outras pessoas

Eu vou prestar muito mais atenção nas suas palavras se você falar comigo com calma e olhando nos meus olhos.

Não faça uso de violência comigo

Com seu exemplo, eu posso aprender que com violência se consegue o que quer.

Não se espante demais se eu disser: “Eu te odeio!”

Eu não te odeio, mas sua autoridade sobre mim está estragando meus planos

Não me proteja exageradamente de consequências desagradáveis

No final das contas, eu aprendo encarando minhas experiências e as consequências dos meus atos

Não se preocupe demais com os meus pequenos desvios de comportamento

Às vezes eu só quero chamar um pouco da sua atenção, fale para mim que não está certo e seja você mesmo um exemplo de bom comportamento.

Não reclame e resmungue o tempo todo comigo

Para minha auto-proteção, vou me fingir de surdo quando você falar demais.

Não faça promessas impossíveis de serem cumpridas

Lembre-se que quando promessas são quebradas eu me sinto traído e desamparado.

Não seja inconsequente

Se você age cada hora de uma maneira, você me deixa inseguro e eu perco a confiança em você.

Não diga que meus medos são bobos

Eles são verdadeiros para mim, e você pode me ajudar se você tentar compreendê-los.

Não tente se mostrar como uma pessoa sem defeitos e que não erra nunca

O choque será grande demais quando eu descobrir que você também tem muitas falhas.

Não espere explicações racionais sobre meu mau-comportamento

Na maioria das vezes nem eu mesmo sei porque estou me comportando mal.

Não fique tentando atestar minha honestidade ao limite

Às vezes eu minto simplesmente porque estou com medo ou com vergonha.

Me deixe experimentar muitas coisas diferentes

Assim eu posso aprender muito e descobrir meus gostos e talentos.

Não faça muito caso dos meus machucadinhos

Se você der muita importância para eles, vou aprender a procurar ganhos e desculpas na doença.

Não se considere superior demais para se desculpar comigo

Talvez você se surpreenda com isso, mas uma desculpa sincera desperta em mim compaixão e afeto.

Quando eu fizer perguntas, não tenta se livrar delas ou de mim

Se você fizer isso não te farei mais perguntas e vou buscar minhas respostas nos outros.

Me deixe cometer erros

E me faça entender que eu não sou menos por ter falhado, e que através dos meus erros eu vou crescer e me desenvolver. 

Lembre-se que eu cresço rápido demais

Sei que deve ser difícil acompanhar meu ritmo, mas tente!

Não se esqueça de que sem muito amor e compreensão eu não posso me desenvolver bem…

(mas isso eu não preciso te dizer, que você já sabe, né?)

 

Este texto é uma tradução livre do texto Kinderwünsche  de A. Lücke

 

 

 

Momnesia: aquilo que toda mãe tem e nem sabia

Momnesia: aquilo que toda mãe tem e nem sabia

Existem coisas que só uma mãe que cria o filho sozinha pode entender

Existem coisas que só uma mãe que cria o filho sozinha pode entender