Viaje em família tanto quanto puder: o melhor conselho que uma mãe recebeu na vida

Viaje em família tanto quanto puder: o melhor conselho que uma mãe recebeu na vida

A blogueira americana Annie Reneau pediu para uma amiga, que ela super considera e que tem filhos mais velhos do que os dela, um conselho sobre criar filhos. Ela pensou que a resposta seria algo sobre amor ou disciplina, mas ela acabou se surpreendendo com o que ouviu.

"Sempre faça uma viagem", disse a amiga. "Quando você tiver dúvidas se deve ou não viajar, vá e viaje. Gaste dinheiro com isso. Aproveite o tempo. Você só tem um número limitado de anos juntos como uma família antes de seus filhos se ocuparem com a vida deles. Construir memórias e ter novas experiências são coisas que você nunca vai se arrepender".

Annie levou esse conselho adiante. E ela garante que depois de 16 anos sendo mãe, as viagens com os filhos são sem dúvida o tempo de mais qualidade que eles têm. Não se trata apenas de “estar de férias", “estar à toa”, mas a questão é sobre as várias maneiras positivas que uma viagem nos afeta, tanto individualmente como numa unidade familiar.

Annie listou então os pontos positivos de viajar em família:

1. Viagens colocam sua família no centro da história.

Mesmo a mais unida das famílias precisa ter um tempo de qualidade para passar juntos. Ficar longe do trabalho, da escola, do trabalho doméstico e de outras responsabilidades significa que você pode realmente se concentrar na sua família. Mesmo que isso não seja garantia de que tudo será agradável. 

2. Sair de casa deixa todos fora da zona de conforto.

Férias podem ser relaxantes e divertidas, mas também são uma boa maneira para dar um passo fora de nossas zonas de conforto. Dormir em uma cama diferente, comer alimentos desconhecidos, conhecer novas pessoas. Até mesmo coisas simples que mudam o nosso senso de padrão pode ser bom. E experimentar coisas novas juntos formam laços e memórias.

3. Lidar com o inesperado constrói flexibilidade e resiliência.

É inevitável que viajar traz surpresas (muitas nem tão bacanas). Malas são perdidas pelas companhias aéreas. As reservas de hotel são canceladas. A previsão do tempo muda no último minuto. Ter que resolver problemas em tempo real, quando estamos fora da nossa rotina, obriga-nos a sermos flexíveis e resilientes - duas qualidades que todo mundo precisa para prosperar em um mundo em constante mudança.

4. Ver como outras pessoas vivem nos ajuda a ter empatia e compreensão.

Uma das melhores partes da viagem é experimentar diferentes modos de vida. Viagens internacionais são especialmente boas para ampliação dos nossos horizontes e da nossa cultura, mas mesmo uma viagem pra algum lugar perto de casa pode nos fazer ver a diversidade que temos em nosso próprio país. Deixar nossa comunidade nos mostra que a vida tem semelhanças e diferenças em todos os lugares, tornando mais fácil para nós compreender que as pessoas enfrentam diferentes desafios.

5. Experimentar coisas novas com todos os nossos sentidos constrói memórias fortes.

O mundo é cheio de beleza. Podemos olhar para fotografias, mas nada se compara a quem está observando tudo pessoalmente. Quando viajamos: vemos, ouvimos, sentimos cheiro, gosto, texturas que normalmente não sentimos no dia a dia. O estímulo de todos os nossos sentidos nos ajuda a formar memórias de experiências em família, tornando-se memórias compartilhadas. Nossos filhos gostam de recordar locais que estivemos. E muitas vezes eles vão associar certos aromas ou músicas à lembranças de lugares que estivemos juntos.

Annie Reneau faz questão de explicar que a família dela não é rica. Ela não sai esbanjando em viagens. Eles fazem economias para justamente: poder viajar! E nem sempre são incríveis roteiros. Mesmo num acampamento de fim de semana nas proximidades, ela garante, é possível conseguir aproveitar o fato de estar em família. Entre 2013 e 2014, ela, o marido e os três filhos viveram como nômades, viajando pelos Estados Unidos. 

Esta é uma tradução adaptada do texto original em inglês: The best parenting advice I've ever received? "Always take the trip".

 

Tem criança que precisa de chupeta. E daí?

Tem criança que precisa de chupeta. E daí?

Mães imperfeitas, uni-vos!

Mães imperfeitas, uni-vos!