5 mantras da maternidade (ou o que eu falo para mim mesma quando quero ficar bem)

5 mantras da maternidade (ou o que eu falo para mim mesma quando quero ficar bem)

Um mantra é um som, uma palavra ou uma frase que ajuda a atingir concentração e um estado de meditação profunda, mas no mundo ocidental a palavra acabou sendo popularizada como uma intenção ou lema, algo que você repete para si mesmo para te ajudar nas horas de dúvida ou dificuldades. 

O que a gente escolhe para ser nosso mantra na é obviamente algo muito pessoal. Mas vou dividir com vocês os meus mantras de maternidade dos últimos anos.

1. Para os momentos em que eu acho que não vou conseguir dar conta de tudo:

Vai melhorar, é temporário.

Sei que parece aquelas frases de mães mais velhas falando para quem está com um recém-nascido no colo e uma criança de dois anos se jogando no chão do supermercado … Mas o fato é: não importa que fase você esteja vivendo, vai passar.  Respira fundo e um dia de cada vez.

2. Quando eu sinto angústia porque as minhas responsabilidades como mãe estão me impedindo de fazer coisas que eu gostaria de fazer por mim mesma

Passos pequenos - devagar e sempre. 

Não, eu não tenho e pelos próximos anos não vou ter a disponibilidade para me dedicar para carreira e vida pessoal da maneira que eu gostaria. Eu tento pensar que não é que eu desisti dos meus sonhos pessoais, nem parei no tempo. Eu estou evoluindo, estou correndo atrás das coisas, mas no meu ritmo, no ritmo que minha vida de mãe de duas crianças pequenas me permite.

3. Para os momentos que sinto culpa de estar falhando ou não sendo boa o suficiente

Eu fiz o meu melhor por hoje. E amanhã eu posso fazer melhor ainda. 

Ah... a culpa...  nossa eterna companheira. Estou tentando, contudo, não tentar mais ficar mais me chicoteando porque não é útil. Isso não leva ninguém a lugar nenhuma é perda de tempo. Eu sei do fundo do meu coração que eu estou fazendo o meu melhor e eu sei que eu estou evoluindo como mãe e como pessoa. Eu reconheço meus eforços. Amanhã será melhor. 

5. Para os momentos de culpa quando eu deixo de fazer algo pelas crianças para fazer algo por mim: 

Eu também importo. 

Tem uma frase budista que acho maravolhosa e que é perfeita para mães com tendência mártir:  “Você assim como todos os seres do universo merecem seu amor e sua afeição”. Sério... ninguém no mundo quer ter em casa uma mãe mártir, é super chato!!!  Muito melhor ver na sua mãe uma mulher com autoestima alta, feliz e realizada. Já deu desse negócio de “padecer no paraíso”

5. Para os momentos em que pensar em todas as coisas acima não funciona

Vai dormir cedo.

Nada melhor do um dia após um outro com uma noite bem dormida no meio. É impressionante como tudo ganha proporções exageradas quando estamos operando com déficit de sono. Às vezes, quando eu tenho a impressão de que de fato o dia passou por cima de mim, eu simplesmente levanto a bandeira branca. Vou dormir cedo e acordo no dia seguinte fortalecida.

E vocês? Quais são os “mantras” que vocês usam na hora dos perrengues? 

O que a gente faz enquanto espera um filho vencer uma doença?

O que a gente faz enquanto espera um filho vencer uma doença?

Crianças que usam smartphones podem ter atraso na fala

Crianças que usam smartphones podem ter atraso na fala