Um em cada 3 motoristas com filhos no carro mexem no celular enquanto dirigem

Um em cada 3 motoristas com filhos no carro mexem no celular enquanto dirigem

Um novo estudo publicado este mês no ‘The Journal of Pediatrics”, nos Estados Unidos, prova que grande parte do problema de direção distraída é dos pais e nossos filhos estão pagando por isso.

Conduzido pela Penn Nursing (Escola de Enfermagem da Pensilvânia) e pelo Hospital Infantil da Filadélfia, com financiamento adicional do Centro de Estudos de Prevenção de Lesões Infantis da National Science Foundation (NSF), o estudo americano descobriu que pouco mais da metade dos pais falavam ao celular enquanto dirigiam, mesmo quando tinham filhos no carro entre as idades de 4 e 10 anos. Um em cada três pais leu textos enquanto estava na estrada, mais de um quarto deles enviou textos e um em cada sete se envolveu nas mídias sociais em um dispositivo móvel.

O estudo analisou 760 motoristas de 47 estados americanos que têm crianças entre 4 e 10 anos de idade e que transportam regularmente seus filhos no carro. Enquanto os jovens são os mais propensos a escrever e dirigir, este novo estudo mostra que os pais de todas as idades ainda estão contribuindo para o problema, mesmo quando os filhos estão no carro também.

De acordo com a Administração Nacional de Segurança nas Estradas de Trânsito (NTHSA), nos Estados Unidos, a condução distraída foi responsável por levar 3.450 vidas somente em 2016 e causou ferimentos em 391 mil pessoas. 

No Brasil, não é diferente. De acordo com a Abramet, Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o uso de celular ao volante é a terceira maior causa de fatalidades no trânsito no Brasil. E olha que o uso de celular ao volante é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro. A infração é considerada gravíssima, sendo passível de multa de R$ 293,47, além de render 7 pontos na carteira de habilitação.

Embora a solução para interromper o uso de telefones celulares durante a condução envolva educação pública, aplicação da lei e mudanças em nossa cultura, há algumas coisas que nós pais podemos fazer para ajudar a nós mesmos a dirigir com a maior segurança possível. Entre as soluções: fazer download de algum aplicativo que impeça o uso do celular durante a condução, colocar o telefone em modo silencioso /não perturbe, deixar o telefone fora do alcance em um console ou porta-luvas que lhe impeça de ver ou ouvir as notificações. Para o nosso bem e dos nossos filhos!

Fontes: Revista Auto-Esporte e Scarry Mommy.

Uma história sobre autismo: a comunicação não verbal

Uma história sobre autismo: a comunicação não verbal

Uma solução para aquele comecinho em que a gente se sente tão só

Uma solução para aquele comecinho em que a gente se sente tão só