Sim, claro que o papai precisa ficar em casa quando nasce um filho

Sim, claro que o papai precisa ficar em casa quando nasce um filho

Fui visitar uma recém-nascida linda. A mãe, às voltas com a livre demanda nas mamadas, claro que cansada, mas feliz. Vovô e vovó visitando por alguns dias e… papai também estava em casa no meio do dia! E ele me conta uma novidade que me faz ter mais esperança no mundo: como funcionário do Banco Mundial, ele tem 50 dias de licença paternidade. 

A determinação do Banco Mundial, entrou em vigor poucos dias antes da bebê nascer. Antes disso, o tempo para licença paternidade era de 10 dias. A regra vale também para os casos de adoção. Importante dizer que, apesar do casal morar nos Estados Unidos, esta não é uma conduta do país, mas do organismo internacional.

É claro que um tempo maior de licença paternidade muda tudo. O pai mesmo me disse: “Estou tendo experiências que jamais teria se não estivesse em casa”. Afinal, é um pai podendo se fazer presente desde o início, sacando todas as nuances da exaustão de uma mãe, dando valor aos detalhes que passam desapercebido para quem não vive o dia-a-dia de um recém-nascido e, principalmente, podendo dividir as tarefas. Faz toda a diferença. Hoje mesmo - completando dois meses do nascimento, ele pode levar a filha para ser vacinada. Chorou junto ao ver a bebezinha chorando por causa da agulha. Tem preço poder acompanhar esse tipo de coisa?

Mas, infelizmente, de acordo com a UNICEF, quase dois terços das crianças do mundo com menos de 1 ano - quase 90 milhões - vivem em países onde os pais não têm direito, por lei, de licença paternidade. Nesses países, essa política é geralmente decidida pelos empregadores.

No Brasil, o pai tem direito a cinco dias de licença, de acordo com o artigo sétimo da Constituição Federal. Mas a lei é ambígua, na medida em que não explicita se são cinco dias úteis ou corridos. Em 2016, foi aprovada uma lei que permite aos pais terem 20 dias consecutivos de licença para ficar com seus bebês. Mas esta lei dirige-se apenas para os trabalhadores de empresas que fazem parte do Programa Empresa Cidadã.

Este gráfico abaixo, foi produzido pelo Centro de Análises de Políticas, da Universidade da California. Ele permite que a gente observe a licença paternidade pelo mundo. Ou seja, o período ou não de remuneração garantida enquanto o pai fica com seu recém-nascido. O mapa é frequentemente atualizado. Aqui está o link para maiores detalhes, inclusive sobre a situação da licença maternidade pelo mundo: World Policy Center.

Eu não tenho nenhuma dúvida que para alcançar a tão desejada igualdade de gênero, os homens precisam ter chances iguais de estarem em casa com seus bebês recém-nascidos. Precisam compreender um filho desde o seu comecinho. As mães agradecem. E as crianças, mais ainda.


sem pagamento1.jpg
Uma nova pesquisa aponta que o tempo de exposição à telas pode comprometer a inteligência do seu filho

Uma nova pesquisa aponta que o tempo de exposição à telas pode comprometer a inteligência do seu filho

Não venha querer disciplinar meu filho bem na minha frente

Não venha querer disciplinar meu filho bem na minha frente