O carrinho City Mini

O carrinho City Mini

city_mini10_gre1_pp.jpg

Escolher o carrinho ideal para um filho depende de tantos fatores que é quase como escolher um carro novo. Tudo bem, pode até ser exagero! Mas observe: para o carrinho do bebê você precisa analisar praticidade, tamanho, durabilidade, conforto, cor, rodas, itens de segurança, preço. É ou não é quase uma decisão automotiva?
A Camila já sugeriu por aqui a escolha dela.
Pois a minha sugestão se chama "Baby Jogger City Mini".
A principal vantagem deste carrinho é o peso. Ele é mais leve do que a maioria: são 7,6 kg.
A segunda grande vantagem é a maneira de fechá-lo e carregá-lo: basta puxar uma única alça que ele fica dobrado ao meio como uma pequena mala. Todo mundo se surpreende quando percebe como ele é fácil de fechar para entrar no porta-mala. Os taxistas, por exemplo, adoram este carrinho.
De acordo com o fabricante, o City Mini aguenta firme criança até 22.6 kg.
Recomendado para as idades de zero a cinco anos, ainda assim, ele não é bom para recém-nascido. Já que o bebezinho fica meio solto e a alça do cinto de segurança também. O ideal, pelo meu ponto de vista, é usá-lo quando o bebê já está conseguindo ficar sentado.
No meu caso, comprei o City Mini, quando minha filha tinha uns 8 meses e eu estava naquela fase de não aguentar mais o primeiro carrinho dela (bem pesado e chato de fechar).
Queria um carrinho leve, prático e que durasse até ela deixar de usar.  Pra mim foi uma feliz escolha, ajudada por um experiente vendedor de uma loja americana (daquelas lojas com uns 50 modelos de opção).
O City Mini também tem um sistema fácil para reclinar a cabeça da criança. Basta puxar uma espécie de corda na parte de trás, que ele fica na posição que você preferir.
Outro detalhe bem eficiente é a cobertura que protege do sol. E para os dias de chuva, a capa transparente (comprada separadamente) se ajusta direitinho e de forma rápida.
Como andamos bastante com ele, inclusive pelos parques da região de DC, considero as rodas bem resistentes.
Nem só de preto e cinza vive um carrinho. Eu, por exemplo, escolhi um todo verde (e por aqui encontro vários verdinhos pela rua). Mas tem também vermelho, roxo, amarelo, além das cores convencionais.
O preço está bem abaixo de um Quinny (o xodó de muitas mães brasileiras, mas que não é sucesso por estas bandas). O City Mini custa de 250 e 360 dólares aqui nos Estados Unidos,  dependendo dos acessórios incluídos, da cor e da loja...
Eu não disse? Bem do jeito que a gente compra um carro!

Olha como é fácil fechar o City Mini
Máquina de fazer papinhas

Máquina de fazer papinhas

Sabonetes "Mistureba" da Natura

Sabonetes "Mistureba" da Natura