A incrível geração que fala um monte de línguas

A incrível geração que fala um monte de línguas

Alguns cresceram em famílias internacionais, com pai vindo de um lugar e mãe de outro, outros moraram durante a infância em outros países. E alguns não tinham necessariamente uma biografia globalizada que os colocasse diretamente em contato como uma outra cultura/língua mas simplesmente tiveram pais que proporcionaram a chance de aprender línguas desde pequenos. Fato é: tem um monte de gente jovem falando um monte de língua e muito bem! 

Read More

The exchange that has continued for 46 years

The exchange that has continued for 46 years

Geni was an 18-year-old girl from Rio de Janeiro, Brazil, who left the tropical country and landed in 1970 in the ultra-conservative state of Iowa in the Midwest of the United States, under a temperature of -15 Degrees Celsius (yes, unbearable cold), in a little town called Colesburg (which literally was not on the map).

Read More

Um intercâmbio que já completou 46 anos

Um intercâmbio que já completou 46 anos

Geni era uma garota carioca de 18 anos e frequentadora das praias da Zona Sul, quando deixou pra trás os 40 graus do Rio de Janeiro e desembarcou em 1970 no ultra conservador Estado de Iowa, no centro-oeste americano, sob uma temperatura de -15 graus Celsius (sim, um frio insuportável), numa cidadezinha chamada Colesburg (que literalmente não estava no mapa).

Read More

O dia que o Tim Maia morreu na Alemanha

O dia que o Tim Maia morreu na Alemanha

Eles ainda não sabiam que o Tim Maia tinha morrido. “Como assim morreu?” - me perguntou minha filha espantada. “Ué, Maria, morreu, faz tempo já… muito tempo, nem sei quando direito… Mas olha tudo bem, a música dele está aí, trazendo alegria para a gente até hoje… olha a gente aqui escutando Tim Maia na banheira que legal! Sem drama, por favor.”

Read More

O que eu gostaria de ter sabido antes de me mudar para outro país?

O que eu gostaria de ter sabido antes de me mudar para outro país?

Nós fizemos esta pergunta para vários amigos e leitores do blog. Famílias brasileiras que fizeram as malas e se jogaram na aventura de morar em outro país levando filho, cachorro e gato! Curiosos? Aqui vão as respostas, das dicas mais práticas até os insights mais profundos… Os nomes são fictícios mas os países são verdadeiros.

Read More

A minha observação sobre o jeito opressor de uma escola americana

A minha observação sobre o jeito opressor de uma escola americana

Será que sou só eu que tenho me sentido de certa forma oprimida de ver o tanto que está puxado para o meu filho esta tal de Middle School aqui nos Estados Unidos? Pra começo de conversa: não existe mais recreio. Como assim? - foi o que perguntei para o meu filho. Como é que você faz para dar um respiro, trocar ideia com os amigos, fazer o que tanta gente acha importante hoje em dia: se socializar? E ele me respondeu que tem a hora do almoço. 

Read More

Muito além da Cidade Olímpica: a injeção de ânimo que o carioca precisava

Muito além da Cidade Olímpica: a injeção de ânimo que o carioca precisava

Eu, vivendo há cinco anos fora do Brasil, tinha receio pela segurança de todos e pela possibilidade de pagarmos um mico internacional. Mas não houve nada disso. Eu estava no Rio e preciso dizer pra você que está morando fora como eu: as Olimpíadas foram a maior injeção de ânimo que uma cidade como o Rio de Janeiro poderia receber.

Read More

O que faz uma festa de aniversário de criança especial não é quanto você gasta nela

O que faz uma festa de aniversário de criança especial não é quanto você gasta nela

Uma amiga me contou que ela e o marido estavam economizando para dar uma festa de arromba para a filha de 5 anos. A menina nunca tinha tido uma festa daquelas em buffet infantil e com direito a toda a pompa que um aniversário de criança no Brasil geralmente pressupõe.

Read More

Porque você tem que tirar os sapatos antes de entrar na minha casa

Porque você tem que tirar os sapatos antes de entrar na minha casa

Um dos melhores hábitos que adquiri morando na Alemanha foi o de não usar mais sapatos da rua em casa. A primeira vez que tive contato com essa prática foi há 13 anos quando eu ainda morava em Barcelona, cheguei numa festa na casa de uns suecos, toda produzida e pimba! Foi só dar um passos para dentro de casa que o anfitrião pediu para eu literalmente descer do salto. Logo me dei conta que aquele negócio de tirar os sapatos não era só uma mania de sueco louco, todos meus amigos da Europa do norte tinham o mesmo costume. 

Read More

Natal de expatriado: sem família e com novas tradições

Natal de expatriado: sem família e com novas tradições

Não adianta nada ficar chorando as pitangas, afinal essa é a nossa realidade, o negócio é tentar fazer do nosso Natal o melhor possível. Decidi que não estou nada a fim de ficar dando corda para fossa natalina, e que meu Natal será legal mesmo faltando gente, mesmo diferente do que estou acostumada. E  coloca "diferente" nisso. Afinal eu não apenas moro em outro lugar, como tenho um alemão e dois alemãezinhos em casa. Ou seja: não tem jeito, é hora de abrir passagem para novas tradições chegarem.

Read More

As perguntas mais frequentes dos pais de crianças bilingues

As perguntas mais frequentes dos pais de crianças bilingues

As crianças não ficam confusas vivendo com duas línguas em torno delas?  Seria melhor começar a ensinar a segunda língua depois da criança ter um bom começo na primeira língua? Meu parceiro e eu falamos línguas diferentes. Devemos cada um falar para os nossos filhos apenas em nossa própria língua?

Read More

Família e saudade: os limites da tecnologia pra quem está longe

Família e saudade: os limites da tecnologia pra quem está longe

Eu sei que a gente tem que comemorar pois hoje em dia as facilidades de comunicação são incríveis (e baratas) pra quem mora longe dos queridos. Mas será que sou só eu que, a despeito de tanta tecnologia, se sente absolutamente frustrada muitas vezes? De um lado do mundo, familiares super saudosos, do outro lado, crianças que não querem se comunicar tanto quanto a gente gostaria. Será que é só aqui em casa que é difícil conciliar a vontade com a oportunidade quando rola um Skype?

Read More

Dicas de como vestir as crianças quentinhas no inverno

Dicas de como vestir as crianças quentinhas no inverno

O inverno no hemisfério norte está já batendo na nossa porta e, atendendo à pedidos, tentamos reunir algumas dicas de como encapotar as crianças para que ninguém passe frio. Com vocês as melhores dicas das nossas leitoras experientes quando o assunto é viver na geladeira.

Read More

Eu, a gringa - Sobre se sentir estrangeira no seu próprio país

Eu, a gringa - Sobre se sentir estrangeira no seu próprio país

Todas as vezes que vou para o Brasil tenho que escutar as piadinhas da minha família de como eu estou ficando gringa. No começo eu achava engraçado, mas sabia que era zero gringa, era só pisar em terras brasilis e me sentir em casa. Depois passei por uma fase em que demorava uns dias, uma ou duas semanas, até eu “desgringar” e entrar com conforto na minha pele de local de novo. Mas nessa minha última estada no Brasil, caiu a ficha: agora é para valer: sou gringa. 

Read More